Entrevista com Airton Barnasque

Airton Barnasque – Narrador e Apresentador TV Turfe RS

Ricardo Felizzola: qual a sua expectativa para o o GP Bento Gonçalves deste ano?

Airton: obviamente que cada Bento tem sua história, e que em todos anos as expectativas são as melhores possíveis. No entanto este se trata de um Grande Premio Bento Gonçalves diferente, uma vez que o JCRGS esta numa grande crescente. Eu poderia agora lembrar de vários Bentos, desde os melhores que eu já vi, até os piores que já presenciei, porém eu prefiro focar na festa deste ano, pois tenho certeza que este Grande Prêmio será um divisor de águas na história do nosso clube. Primeiro por ser disputado em uma pista totalmente nova, sendo hoje com certeza a melhor raia de areia do Brasil; segundo por que teremos em pista animais de grande qualidade; terceiro por que é o último Bento da gestão do Presidente Vecchio, e se bem o conheço será impecável.

Ricardo Felizzola: você acha possível os representantes locais (Whoope Maker e Save The Tiger) vencerem este Bento?

Airton: possível com certeza é, porém analisando a grosso modo me parece pouco provável, afinal de contas eles vão ter que se entender com os melhores arenáticos em atividade no Brasil. O Save The Tiger tem um ponto a seu favor, pois o Vecchio já ganhou dois Bentos, sendo um deles com o Mata Leão que era um azarão. Já o Whoopee Maker é um potro raçudo, corredor, e bem treinado nesta pista, fator este que lhe permite almejar o topo.

Ricardo Felizzola: No GP Presidente da República quem você indicaria? 

Airton: olha Felizzola, este é um páreo que ficou bastante equilibrado, creio que Dom Miloca e Olympic Dunkerque vão sair em ritmo forte, o que na minha visão aumenta as chances de BrilLiant King, Garoto Travesso e Bast Magic. Para não ficar em cima do muro, vou indicar Dom Miloca.

Ricardo Felizzola: Em relação ao GP ABCPCC – Velocidade, quais animais você acredita serem os mais fortes?

Airton: neste páreo vários animais se destacam, pela ordem eu gosto do DEAREST SON, UNDOSTAIS e ONZANEIRO, todavia eu acredito que esta seja a prova em que nossos animais do Cristal possuem maior chance de vitória, e ai eu cito, AMOR GITANO que venceu bem na estreia (o jóquei perdeu o chicote na largada), HIJO LEJANO que defende o título do ano passado e que ainda não perdeu em solo gaúcho. QUICK HEART vem de perder a prova preparatória em uma carreira criminosa, e o VINGADOR MASCARADO que correu pouco na última, mas que até então era o melhor velocista do Estado.

Ricardo Felizzola: No GP Luiz Fernando Cirne Lima dizem estar a grande barbada do festival, o que você acha?

Airton: cara, esta égua DOPPIA VENDETTA teria perfeitas condições de correr o Bento Gonçalves sem fazer feio, portanto aparentemente ela é a barbada que se impõe, mas tem uma coisa esta égua VAMONESSA é dura na queda, se deixarem ela galopar na frente o crime pode pegar. Das demais, poderia citar a potranca DELICIOUS CHRIS que vai leve e não cessa de evoluir, além da MUSICA CLÁSSICA que a parceria esta enfeitada.

Ricardo Felizzola: Para finalizar, como você imagina narrar o final do Bento deste ano?

Airton: Olha Felizzola, vou te confessar que dentro do meu profissionalismo existe um pouco de bairrismo, portanto seria lindo narrar a vitória de um dos nos nossos representantes. Porém, na minha opinião eu vou narrar a vitória de um cavalo tordilho criado no Rio Grande do Sul e será mais ou menos assim….UAREADEMON DO PARTIDOR AO DISCO….INALCANÇÁVEL…..CRUZAM O DISCO FINAL!!!!!